segunda-feira, julho 24, 2017

Martelada e mordedura

Um jovem foi recolhido aos calabouços pela Polícia da República de Moçambique (PRM), indiciado de ter assassinado a sua própria esposa, com recurso ao martelo, sábado (15), no bairro do Aeroporto, na cidade da Beira.
Resultado de imagem para martelo na cabeça
Trata-se de Adelino Valentim, de 29 anos de idade, encontra-se a ver o sol aos quadradinhos na 8a esquadra, sita no recinto do Aeroporto Internacional da Beira. O homicídio deu-se por volta das 22h00, durante uma briga, momentos depois de o casal ter chegado à sua residência, ido de um convívio familiar. Na altura da discussão, Adelino perdeu argumento e partiu para a violência. Primeiro agrediu fisicamente a mulher e de seguida pegou num martelo, com o qual aplicou impiedosamente vários golpes na cabeça da vítima. O acusado disse que recorreu a um pau para agredir fisicamente a sua esposa e não se lembra de ter usado martelo. “Martelo não, talvez foi um pau”. Num outro desenvolvimento, o suposto homicida alegou que antes de ele e a esposa se dirigirem ao convívio familiar, houve uma briga. A finada disse que pretendia “morrer na minha casa e tomou” uma quantidade não especificada de medicamentos. O jovem, cujo rosto tem sinais de arranhões, acredita que a mulher perdeu a vida devido a overdose de medicamentos e não em consequência da agressão física. “Não me lembro de quase nada porque nós estávamos animados [embriagados]”.A malograda, de 26 anos de idade, foi socorrida para uma unidade sanitária mas não resistiu a graves ferimentos, segundo Daniel Macuácua, porta-voz do Comando Provincial da PRM, em Sofala.

Resultado de imagem para dentesJá no Bairro Nkobe, no município da Matola, um jovem também de 29 anos de idade cortou a orelha da esposa com recurso a seus próprios dentes. O crime aconteceu na casa do casal, sendo o motivo as suspeitas, por parte do marido, de que a esposa amantizava. A vítima, que responde pelo nome de Josseja Armando, de 28 anos de idade, disse que o acto aconteceu no passado 01 de Junho, durante uma briga. O marido estava sob o efeito de álcool. O espancamento, que terminou com a amputação da orelha direita, ocorreu na presença dos três filhos do casal.

0 comentários: