segunda-feira, maio 19, 2014

O Shr. Dhlakama tem que escolher o melhor para a Renamo

 Depois de duas semanas de interregno, as delegações do Governo e da Renamo retomaram as negociações esta segunda-feira (18) no Centro de Conferências “Joaquim Chissano”, na cidade de Maputo.Na semana passada, as partes não se reuniram porque o Governo havia pedido à Renamo para que não houvesse, na sequência da primeira sessão extraordinária do Comité Central do partido Frelimo, que decorreu na cidade da Matola. Desde há dois meses que as partes vêm divergindo quanto à missão dos observadores internacionais, com o Governo a exigir desmilitarização incondicional dos homens da Renamo, e esta a exigir a sua participação nas Forças de Defesa e Segurança numa base de paridade. Com vista à sua participação nas eleições gerais e provinciais de 2014, a Renamo já se inscreveu na Comissão Nacional de Eleições e o seu líder Afonso Dhlakama já se recenseou. (B.Álvaro)

0 comentários: