quarta-feira, abril 20, 2016

Pão,pão....

Pelo menos 98 padarias fecharam as portas desde início do ano corrente devido ao agravamento do preço da farinha de trigo, cuja causa principal é a contínua desvalorização do metical face ao dólar, anunciou hoje, em Maputo, o presidente da Associação Moçambicana de Panificadores (AMOPAO), Victor Miguel.O presidente da AMOPAO falava, minutos após o término de um encontro com os membros e que tinha por objectivo discutir os problemas que afectam a actividade, particularmente o preço da farinha de trigo no país.
“Só no princípio do ano fecharam 98 padarias, das 400 associadas a nós a nível nacional”, lamentou Miguel, advertindo que outras poderão seguir o exemplo nos próximos tempos se não tomadas medidas imediatas para resolver o problema.Segundo Miguel, o preço do trigo aumentou cerca de 16 por cento, desde o início do corrente ano, tendo o saco de 50 quilos passado de 1.225 meticais para 1.380 e mais tarde para 1.450 meticais (um dólar equivale a cerca de 50 meticais ao preço corrente). O último agravamento do preço do pão ocorreu em Outubro do ano transacto. Nessa altura, o pão de 250 gramas passou de seis para 7,50 meticais. O de 200 gramas subiu de 4,5 para seis e o de 150 gramas passou de três para 4,50 meticais.O presidente da AMOPAO veio a público, em Março, afirmar que o preço do pão seria agravado caso não fossem identificadas alternativas para contornar a subida do preço das matérias-primas no mercado internacional.Contudo, o Governo moçambicano, através do Ministro da Indústria e Comercio, Max Tonela, garantiu que o preço de pão não sofreria agravamento.

“Continuamos a trabalhar na gestão do preço do pão. O objectivo daquilo que temos estado a fazer junto dos panificadores é evitar que o preço volte a subir em pouco tempo. Para já não prevemos nenhum aumento”, afirmou Tonela na altura.

0 comentários: