sexta-feira, abril 29, 2016

Inocentes em fuga

Resultado de imagem para distrito de morrumbalaA situação de tensão político-militar prevalece no distrito de Morrumbala e a população continua abandonar a zona do Sabe refugiando na vila sede e nos distritos circunvizinhos. O administrador daquele distrito, Pedro Sapange disse numa entrevista que concedeu ao Diário da Zambézia que situação não afecta o distrito no seu todo, mas sim um problema localizado, isso é centra-se na localidade do Sabe onde os homens armados do Partido Renamo continuam aquartelados e a movimentarem-se de forma livre. Questionado se o governo daquele distrito tinha um número exacto de quantas pessoas haviam abandonado as localidades do Sabe e do Zero para a vila sede de Morrumbala, Sapange  confirmou o registo de algumas famílias, incluindo algumas que optaram por Chimuara (Mopeia) e Mutarara na província de Tete. A fonte explicou que no total são 75 famílias que  saíram das zonas de conflito. O  entrevistado diz que o governo daquele distrito não tem registo de famílias  refugiadas na vizinha República do Malawi e que todas estão acomodadas no distrito de Morrumbala e  circunvizinhos. Pedro Sapange disse que neste momento o governo daquele distrito está a fazer um levantamento, porque as pessoas estão junto as famílias. Sobre o ambiente de negócios, a fonte diz que continua normal, apesar dos agentes económicos continuarem a movimentarem-se com receios para trazerem produtos até a vila sede. Assume que há escassez de alguns produtos devido a movimentação dos homens da Renamo e alguns produtos estão a subir de preço com destaque para o arroz.

0 comentários: