quinta-feira, abril 23, 2015

Traçado para contornar as cheias



O governo moçambicano vai lançar em breve estudos de engenharia visando a construção de uma estrada alternativa à Estrada Nacional Número Um (EN1), que deverá ligar o distrito da Moamba, na província meridional de Maputo, e a região de Espungabera, em Manica, centro do país.Segundo o Ministro das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos, Carlos Bonete, citado pelo “Notícias”, a ideia é que a estrada siga o traçado Magude-Motaze-Chókwè-Mapai-Machaila- Massangena-Espungabera, incluindo uma ponte sobre o rio Save.A estrada ligaria, desta forma, as províncias de Maputo, Gaza e Manica e seguiria um traçado em que parte dos troços já está a ser realizado, como é o caso de Magude-Motaze e Chókwè-Mapai.No traçado em causa, segundo Bonete, tem-se em conta que a estrada Espungabera-Chimoio (centro), com perto de 240 quilómetros de extensão, já está ligada à rede nacional.A existência duma alternativa à EN1 está a ser equacionada há vários anos, sobretudo, porque o actual traçado da estrada é sistematicamente afectado pelas cheias que invariavelmente interrompem a transitabilidade.O programa do Governo inclui igualmente as estradas Chissano-Chibuto (sul) que até então servia de alternativa em caso de problemas na baixa de Chicumbane. O referido troço foi, à semelhança de Guijá-Chibuto, afectado pelas cheias da época 2013-2014.

0 comentários: