quarta-feira, novembro 25, 2015

Governo suspende

Resultado de imagem para desflorestamento africaO Governo moçambicano aprovou hoje um decreto que determina a suspensão, por um período de dois anos, da autorização de novos pedidos de áreas de exploração de madeira, em regime de licença simples. O documento foi aprovado durante a 41ª sessão do Conselho de Ministros que teve lugar esta terça-feira, em Maputo. Segundo a porta-voz do governo nesta sessão, Ana Comoana, a suspensão visa permitir a reorganização do sector, “que se caracteriza pela proliferação de operadores de licenças simples em áreas extensas, cujo controlo e maneio devem ser assegurados pelas autoridades do sector de florestas”. Trata-se de uma medida que se enquadra nos esforços do Governo visando salvaguardar as florestas nacionais, ora sob forte pressão dos madeireiros, chegando a ameaçar a sobrevivência de algumas espécies florestais. Recentemente, o Ministro da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural, Celso Correia, apontou o pau-ferro como uma das espécies em risco de desaparecer, havendo necessidade de suspender a sua exploração, para garantir a reposição.As províncias centrais de Tete, Manica e Zambézia e nortenha de Cabo Delgado são as mais pressionadas na exploração madeireira, sobretudo por operadores ilegais.Nos últimos anos, por exemplo, têm sido reportados vários casos de apreensão de enormes quantidades de madeira, resultante de exploração ilegal e em vias de ser exportada.

0 comentários: