segunda-feira, junho 15, 2015

Autarquias Provinciais? Projecto volta a A.República

O presidente da Renamo, Afonso Dhlakama, voltou a fazer mais um aviso público sobre a recusa do partido Frelimo de implementação das “autarquias provinciais”. No encerramento da V sessão do Conselho Nacional da Renamo, na Beira, Afonso Dhlakama disse que a Frelimo deve recuar na sua decisão de não aprovar “por bem e sem violência o projecto”, porque, caso a situação de impasse se mantenha, então, diz Dhlakama: “Vão chamar-me muitos nomes”.Dhlakama deu a entender que o projecto deverá regressar à Assembleia da República. “Eu não pretendo dividir o país, mas, sim, criar uma descentralização do poder central para as províncias, conforme previsto no Acordo Geral de Paz” disse, acrescentando que o projecto é para todo o país, de forma faseada.Segundo Dhlakama, só com a implementação do projecto é que haverá a paz e estabilidade no país. Caso isso não aconteça, declara Dhlakama: “Não me venham a dar nomes futuramente”.Dhlakama disse ainda que, enquanto se espera por uma decisão final da Frelimo, o seu partido criou uma comissão que “vai exercer pressão sobre o regime para que desistam de serem os segundos colonizadores dos moçambicanos, depois dos portugueses”.“Ainda não declarámos guerra. Mas, se isto continuar, nós estamos em condições de responder”.Dhlakama disse que vai continuar a lutar a todo o custo para que o seu projecto seja aprovado. Sobre um provável encontro com Nyusi, o presidente da Renamo afirmou: “Se for para aperto de mãos para inglês ver, eu não estou disponível, mas, se é para debatermos assuntos ligados às ‘autarquias provinciais’, podemos marcar mesmo agora”. (J. Jeco, na Beira)

0 comentários: