terça-feira, janeiro 31, 2017

Trump separa casal

Muhamad Moustafa e Nabila Moustafa são um casal de imigrantes sírios a viver nos EUA. Estão agora separados por causa da decisão de Donald Trump, de impedir a entrada de cidadãos de alguns países muçulmanos no território americano.Muhamad Moustafa está em Washington, com um visto J1, no âmbito de um programa académico na área da medicina. Nabila foi com o marido para os EUA e teve que viajar para o Catar, para visitar a mãe que terminou há poucas semanas o tratamento contra o cancro no peito.
Depois de Donald Trump assinar a ordem executiva a proibir a entrada de imigrantes de sete países e refugiados sírios no país, este casal vive agora um pesadelo.
Nabila chegou aos EUA pouco depois de a ordem executiva ter entrado em vigor - depois de ter antecipado a viagem, para a evitar - e foi de imediato barrada pelos agentes fronteiriços.
"Não é americana e não pode dizer 'o meu visto' porque o visto pertence aos EUA", contou Nabila à ABC News sobre a conversa que teve no aeroporto, onde lhe foi negado o acesso a um tradutor, advogado e a conversar com o marido.
Resultado de imagem para trump"Queria tanto ver o meu marido e pedi para me concederem essa coisa tão simples, mas recusaram de imediato. Eu estava a tentar manter a compostura durante todo o processo, mas não aguentei mais. As lágrimas que eu estava a conter escorreram".
Duas horas depois de aterrar nos EUA, foi deportada de novo para o Catar, tendo de receber assistência médica. Do outro lado da porta, estava o marido, que a tinha ido buscar ao aeroporto.

"É assustador, porque eu não posso sair dos EUA. Se sair, não poderei voltar e continuar a minha formação. Este é o meu futuro", lamentou Muhamad Moustafa. "Não tenho para onde ir. O único sítio para onde posso ir é a Síria e lá está terrível neste momento".

0 comentários: