segunda-feira, dezembro 28, 2015

Colonização

Em 1951 a Líbia era o país mais pobre do mundo. Kadafi pegou no país e transformou-o no mais rico de África. Antes de Kadafi apenas 20% do povo era alfebetizado, hoje são 83%. Antes da invasão da Nato, os líbios desfrutavam o mais alto padrão de vida de África, à frente da Russia, Brazil e Arábia Saudita. Na Líbia a habitação é considerada um direito humano. Os recém-casados recebem 50.000$00 dólares para comprar casa própria, e a energia eléctrica é gratuita para todas as pessoas. Não, eu não estou a inventar. O Kadafi prometeu providenciar habitação para todos os líbios antes dos seus próprios pais, ele manteve a promessa e o pai dele morreu sem uma habitação. A educação e saúde na Líbia são gratuitas e de altíssima qualidade, e se um líbio não consegue encontrar a educação ou serviço de saúde que necessita na Líbia, então o governo líbio financia-o para ir ao estrangeiro receber esses serviços. Todos os empréstimos são livres de juros, 0% por lei. Se um líbio comprar um carro o governo paga 50% do preço. Se um cidadão líbio quiser ser agricultor, o governo providência, terra, casa, equipamentos, animais e sementes tudo gratuitamente. Em 01-07-2011, 1.700.000 pessoas reuniram-se na praça verde de Trípoli para se manifestar contra o bombardeamento da Nato à Líbia, isso representa 95% da população de Trípoli e cerca de um terço de toda a população da Líbia. 
O Banco Central líbio é estatal e ao contrário de todos os Bancos no Ocidente não é propriedade dos Rothschilds e emite dinheiro livre de dívida. Na década de 90 a Líbia foi acusada de ser a responsável pelo atentado de Lokerbie da PanAm 103 mas foi denunciado que os EUA pagaram 4 milhões de dólares a cada testemunha no julgamento para testemunharem contra os homens líbios acusados. Sim eles foram pagos para mentir, e as provas já foram desmentidas. O Kadafi também estava a trabalhar para não usar o dólar como moeda de pagamento pelo petróleo da Líbia usando em troca o Dínar Africano baseado em ouro. Esta jogada levou Sarkosy a chamar a Líbia de "uma ameaça para a segurança financeira da Humanidade". Um dos primeiros actos dos "rebeldes" líbios foi criar um novo Banco Central propriedade dos Rothschilds como são os nossos do Ocidente. Estima-se que as familias Rothchilds possuam mais de metade da riqueza mundial. Os Bancos Rothschils criam dinheiro a partir do nada e vendem-no ao povo com juros. Isto significa que nunca temos dinheiro suficiente para pagar a dívida de volta. Portanto nós e os nossos filhos ainda não nascidos tornamo-nos escravos da dívida pelos juros dos Bancos Rothschilds. Ao contrário dos nossos líderes Cameron, Obama, Sarkozy, Barroso e companhia, Kadafi recusou vender o seu povo. A Líbia estava livre de dívida! Estás a perceber porque é que o Kadafi tinha o apoio do seu povo? Já percebes quem está por de trás do bombardeamento da NATO a um povo livre e soberano? Os Líbios tinham mais do que nós temos em Portugal, EUA e União Europeia, eles tinham um líder com integridade e coragem, que trabalhou em prol dos interesses do povo Líbio e não nos interesses dos Rothschilds. Sem a tirania dos Bancos Centrais no controle da emissão do dinheiro, todos nós poderiamos viver como pessoas ricas. Fomos e continuamos a ser roubados em triliões pelos banqueiros Rothschilds e seus politicos prostitutas. Temos sido violados e escravizados. Assim como a Líbia vai ser violada e escravizada se não acabarmos com este crime contra a humanidade.

0 comentários: