segunda-feira, maio 08, 2017

Planificação,números,metas não é com eles

O Presidente da República, Filipe Nyusi, manifestou a sua insatisfação com a falta de domínio de matérias relativas a planificação por parte dos administradores distritais da província de Cabo Delgado, na região norte de Moçambique.Por isso, Nyusi recomenda a elaboração de cursos de capacitação para os administradores, que deverão incluir matérias tais como avaliação e monitoria, para que possam melhorar o seu desempenho.O Chefe de Estado constatou o facto durante a visita de trabalho àquela província durante a qual escalou sucessivamente os distritos de Nangade, Ancuabe, Macomia, Montepuez e que teve como ponto de entrada a vila municipal da Mocímboa da Praia.
“Não fiquei satisfeito com o domínio dos administradores na planificação. A concepção dos planos, a implementação dos planos, a monitoria”, disse
Resultado de imagem para nyuse cabo delgadoEstabeleceu um paralelismo entre a falta de domínio e clareza daquilo que se pretende produzir, com um atleta que corre sem meta.Nyusi, que falava em conferência de imprensa havida hoje, no posto administrativo de Namanhumbir, distrito de Montepuez, e que marcou o término da visita a Cabo Delgado, sublinhou que quando não existe sensibilidade sobre números e indicadores não é possível saber se estão a correr rápido ou devagar, ou saber se vão a tempo de cortar a meta.
“A felicidade, minha, é o facto de ter estado cá, tendo constatado que precisamos de dar este tipo de apoio. Esta é a razão da nossa vinda aqui para não estarmos no gabinete. Temos de dar o apoio necessário aos que precisam para poderem trabalhar”, afirmou o Presidente da República.
Reiterou que o governo vai organizar cursos de capacitação dos administradores para dotá-los de ferramentas necessárias para que possam melhorar o seu desempenho. De uma forma geral, Nyusi avalia positivamente o desempenho da província nas diferentes componentes.
“A avaliação geral que fazemos é que as coisas estão a acontecer em Cabo Delgado’ sublinhou o Chefe de Estado, apontando, como exemplo, as áreas de infra-estruturas, emprego, agricultura, pecuária e pesca, como as que vem registando avanços, embora esta ultima área não tenha muita tradição nesta província como acontece com as regiões sul e centro do país.
“Por isso mesmo, encorajamos a população e saudamos a província para que isso possa continuar”, anotou.Em Cabo Delgado, Nyusi manteve encontros com as autoridades e populações locais, onde se inteirou do nível de execução do Plano Economico e Social (PES), e inaugurou algumas infra-estruturas sociais e económicas.


0 comentários: