terça-feira, março 29, 2016

Partido Renamo volta a disparar

Resultado de imagem para chimoio TeteHomens armados da Renamo, o maior partido da oposição em Moçambique, atacaram, esta segunda-feira, uma comitiva do governo que seguia viagem da vila de Catandica, distrito de Báruè, à cidade de Chimoio, capital da província central de Manica. O ataque, que teve lugar em Nhamtema, posto administrativo de Honde, ocorreu cerca das 16 horas, tendo provocado ferimentos de alguns membros da comitiva. Entre os integrantes da comitiva destaca-se o director provincial de Trabalho, Emprego e Segurança Social, Mouzinho Carlos, mandatário do governador de Manica, Alberto Mondlane, que regressava das celebrações do 99º aniversário da revolta de Báruè contra a dominação colonial, mais conhecida como resistência do Macombe, efeméride assinalada hoje na vila de Catandica. A caravana também integrava dezenas de viaturas, que estavam a ser escoltadas por uma unidade Polícia da República de Moçambique (PRM), que incluía um veículo de assalto blindado. Os homens armados da Renamo abriram fogo quando a comitiva governamental estava próxima de uma curva muito perigosa e de uma povoação, facto que gerou pânico no seio da população que abandonou imediatamente a suas residências e barracas para se abrigar em local seguro. Informações facultadas a reportagem da AIM indicam que os feridos foram transportados para o Hospital Provincial de Chimoio, onde recebem cuidados médicos. No local foram disparadas armas de grande calibre, provocando a interrupção temporária do trânsito na Estrada Nacional Número 7, que liga Chimoio a cidade de Tete, capital da província com o mesmo nome. O trânsito normal viria a ser restabelecido uma hora mais tarde. A PRM escusou-se a comentar sobre o incidente, tendo prometido pronunciar-se a imprensa a imprensa brevemente.  

0 comentários: