quarta-feira, novembro 19, 2014

Sul africanos na senda de "ataques" a Moçambique

A empresa sul-africana “Muyake” moveu uma acção em tribunal contra o Governo moçambicano, exigindo o pagamento de 143,9 milhões USD. Segundo o “Business Times” de Joanesburgo, o Governo de Moçambique havia adjudicado à “Muyake” o contrato para a construção de terminais de gás em Pemba e em Palma, na província de Cabo Delgado, mas posteriormente as autoridades moçambicanas atribuíram o mesmo contrato à “ENH Integrated Logistics”. O Estado moçambicano detém 51% do capital social da “ENH [Empresa Nacional de Hidrocarbonetos] Integrated Logistics”, estando os restantes 49% na posse da “Orlean Invest Nigeria”, em parceria com a “Sonangol Integrated Logistics Services”.Em virtude da decisão das autoridades moçambicanas, a “Muyake” chegou a acordo com a empresa “Portos de Cabo Delgado”, nos termos do qual ela passaria a integrar o novo projecto controlado pela “ENH Integrated Logistics”. Todavia, a “Portos de Cabo Delgado” não cumpriu o acordado, segundo a acção instaurada em tribunal pela “Muyake”.A participação da “Muyake” no projecto de Cabo Delgado inclui fundos obtidos de várias fontes, incluindo 1,5 milhões investidos pelo Banco de Desenvolvimento da África do Sul, que é propriedade do Governo sul-africano. 

0 comentários: