quinta-feira, fevereiro 26, 2015

Milhões de Obiang no Carnaval "brasuca"

A Escola de dança Beija-Flor levou para a Marquês de Sapucaí um enredo polêmico sobre a Guiné Equatorial “Um Griô conta a história: um olhar sobre a África e o despontar da Guiné Equatorial. Caminhemos sobre a trilha de nossa felicidade”. A história do país africano foi contada em quase 1h20, mas as mazelas ficaram para longe da passarela do samba. O tema ganhou muita polêmica por ter sido patrocinado e exaltar as belezas de um país governado a 35 anos por um Presidente que é acusado de infringir diversos direitos humanos e a liberdade de imprensa.

Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, de 72 anos, teria doado 5 milhões de dólares para a escola fazer o carnaval deste ano. A escola não confirma o valor, mas diz que recebeu ajuda. Não à toa, uma comitiva de cerca de 40 pessoas assistiu os desfiles no camarote da Guiné Equatorial. 
Filho do ditador da Guiné Equatorial vibra com desfile da Beija-Flor
O foco dos holofotes era o filho do ditador, Teodoro Obiang Mangue, o Teodorín. A rainha da bateria da escola, Raíssa Oliveira, foi intensamente aplaudida pelos africanos, e retribuiu com uma reverência. Alguns jornais especulam que Teodorín estaria namorando a rainha da bateria, mas ela nega.

Segundo a revista americana ‘Forbes’, Obiang é o oitavo governante mais rico do mundo. Ele frequenta o carnaval carioca há muitos anos e já tem imóveis luxuosos no Brasil. A Guiné Equatorial é um país do continente com 700.000 habitantes, terceiro maior produtor de petróleo do continente africano. Ocupa a 136ª posição (de 187) no índice de desenvolvimento humano da ONU.Obiang vem há muitos anos ao Carnaval do Rio de Janeiro, e tem inclusive um apartamento de luxo na cidade. Ele representa um regime fechado, extremamente violento, que prende jornalistas e mantém todo tipo de violação de direitos humanos imaginável", diz.
Segundo a BBC, os governos dos Estados Unidos e da França têm processos contra Obiang e seu filho por lavagem de dinheiro e evasão fiscal, e em 2011 a Justiça americana tentou congelar seus bens no país - uma casa em Los Angeles no valor de USD 30 milhões, um jato particular de USD 38,5 milhões, um Ferrari de USD 500 mil e diversos itens de colecionador do cantor Michael Jackson, avaliados em USD 2 milhões.

Consultada pela BBC Brasil, a Escola de dança Beija-Flor não confirmou os valores recebidos, e limitou-se a dizer, em nota, que recebeu "apoio cultural e artístico do governo da Guiné Equatorial" e que "visando divulgar a trajetória de seu povo, a Guiné Equatorial disponibilizou todo o aparato histórico para que a comissão de Carnaval da agremiação pudesse pesquisar e ter acesso a diversos aspectos da cultura local".

0 comentários: